Zona franca de Dubai quer atrair empresas brasileiras


Fonte: ANBA

A Dubai South, zona franca localizada próxima ao Aeroporto Internacional Al Maktoum e ao porto de Jebel Ali, nos Emirados Árabes Unidos, quer atrair empresas brasileiras para se estabelecerem no local. A abertura de um escritório lá pode ser feita a um custo inicial de 30 mil dirhans por ano, cerca de US$ 8,1 mil.

Para divulgar os serviços e as facilidades oferecidas pela zona franca, representantes da Dubai South organizaram uma apresentação para empresários brasileiros que participam da feira de alimentos Gulfood na manhã desta terça (23), no Espaço Câmara Árabe, organizado pelaCâmara de Comercio Árabe Brasileira.

“Temos foco em empresas de alimentos, farmacêutica, telecom, petróleo e gás, moda e aviação”, explicou Mohsen Ahmad, vice-presidente do Distrito de Logística da Dubai South. Operando desde 2009, a zona franca tem mais de duas mil empresas instaladas, entre elas nomes como Nestlé, Aramex, DHL e Ericsson.