Um palco internacional para os empreendedores brasileiros



Fonte: EXAME

O Brasil tem o mercado de startups mais dinâmico da América Latina e um dos mais dinâmicos do mundo. Segundo estudo da rede UHY, o número de novos negócios no pais cresceu 22% entre 2010 e 2014, colocando o pais entre os 10 que mais crescem no mundo. Isso sem contar a força de uma infraestrutura de tecnologia que abrange uma grande variedade de setores, que faz do pais o quinto maior mercado de informação e comunicação do mundo, segundo a Brasil IT. Mas, apesar de tudo isso, a busca de projeção internacional continua sendo um grande desafio para os empreendedores brasileiros.

Um grupo deles descobriu o poder agregador no evento de tecnologia e empreendedorismo eMerge Americas, que aconteceu em Miami no mês passado e reuniu 13 mil pessoas dos ecossistemas de tecnologia e inovação. Os empreendedores Marcius Victorio da Costa, Tallis Gomes e Eduardo L’Hotellier, não só divulgaram seus respectivos negócios para um público internacional de milhares de pessoas, mas também aproveitaram essa plataforma para estabelecer conexões de negócios, trocar experiências com outros empreendedores globais e se antenar com novas tendências. Marcius, é Fundador da Fumajet, uma empresa especializada em soluções tecnológicas inovadoras para o controle de epidemias, pragas agrícolas e de saúde pública.Tallis é CEO e Fundador da Singu, um aplicativo que leva serviços de salão de beleza a domicílios e também da Easy Taxi, uma das maiores empresas de Taxi no mundo, e Eduardo, CEO da GetNinjas, a maior plataforma de contratação de serviços do Brasil.

As audiências de cada um dos fóruns variavam de algumas centenas a quase 2000 pessoas, em alguns casos. A plateia era diversificada e composta de executivos de multinacionais como IBM, Microsoft, Juniper, Cisco e Facebook, criadores de startups, mídia internacional, e estudantes universitários. A diversidade geográfica também era enorme.