Transpacífico ameaça exportações avícolas

Fonte: Jornal do Comércio

O acordo comercial Transpacífico, assinado no início de outubro por Japão, Estados Unidos e mais 10 países banhados pelo Oceano Pacífico, acendeu o sinal de alerta nos exportadores nacionais de carne de frango. O aviso foi dado ontem pelo ex-ministro da agricultura e atual presidente executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra.
Responsável por gerar US$ 8,5 bilhões em exportações no ano passado, o setor avícola atingiu em 2014 uma participação de 84% na demanda de consumo interno do mercado japonês - o equivalente a 399,294 mil toneladas, conforme dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês). Agora, segundo Turra, o país asiático, que representa o segundo principal destino do segmento avícola nacional - substituirá uma parcela considerável da cota de importações, atualmente, destinada ao Brasil.
O resultado deve ser uma substituição gradual do produto brasileiro pela carne de frango oriunda dos novos parceiros comerciais, entre eles, os Estado Unidos. Na avaliação de Turra, que participou de painel no Fórum dos Grandes Debates, promovido pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, esse é apenas um dos desafios a serem enfrentados nos próximos anos.