Mercosul se reúne para afinar oferta de acordo com UE


Fonte: Exame

Os presidentes dos países do Mercosul se encontrarão nesta segunda-feira, 21, numa cúpula em que a maior novidade está no governo argentino, que em sua primeira semana anunciou um pacote para abrir a economia e mostrou interesse em destravar as negociações para um acordo de livre-comércio com a União Europeia. Os europeus querem a liberação de pelo menos 90% dos produtos trocados pelos dois lados - a última oferta do bloco latino-americano, feita em 2004, chegou a 87%.

O chanceler brasileiro, Mauro Vieira, disse ontem que "o Mercosul está pronto para proceder à troca de ofertas de acesso a mercados o mais rapidamente possível" e continua sendo a prioridade do País "na agenda de relacionamento externo". O alto representante-geral do Mercosul, o brasileiro Florisvaldo Fier, conhecido como dr. Rosinha, disse ao jornal O Estado de S.Paulo que o objetivo do bloco é superar a exigência dos europeus, de liberação de pelo menos 90% dos produtos trocados pelos dois lados.

"O compromisso do Mercosul em relação à UE era fazer uma proposta superior à do ano de 2004. Aquela foi de 87%. O que já acertamos é que será superior. O objetivo é passar de 90% pedidos pela União Europeia, mas é preciso ter as duas ofertas sobre a mesa, ter uma troca simultânea. É necessário uma margem de negociação sobre certos setores", disse.

(Leia na íntegra)