Destravar comércio exterior contribuirá para crescimento, diz vice-presidente da CNI

Fonte: Comex Do Brasil 


 Reduzir custos no comércio exterior beneficiará a retomada do crescimento do país. Em cerimônia de abertura do Encontro Nacional de Comércio Exterior Enaex, organizado pela Associação de Comércio Exterior do Brasil AEB no Rio de Janeiro, o vice-presidente da Confederação Nacional dad Indústria (CNI), Paulo Tigre defendeu maior empenho em diminuir as barreiras ao desempenho da indústria nacional em mercados internacionais. “Reduzir custos no comércio exterior é caminhar no sentido da agenda da competitividade do país e de suas empresas”, afirmou.

Tigre lembrou que o diálogo entre a iniciativa privada tem sido mais intenso para debater a agenda de facilitação de comércio. Mesmo assim, reiterou que é preciso maior coordenação entre os órgãos envolvidos no comércio exterior para minimizar entraves que resultam na discreta participação brasileira lá fora.

“Menos tributos, operações aduaneiras e de escoamento mais eficazes e ampla rede de acordos com países estratégicos para o Brasil são alguns dos objetivos que devem ser perseguidos pelo nosso Estado”, afirmou.

(Leia na íntegra)