Como funciona a Importação Aérea no Brasil?


Fonte: Administradores

Quando uma empresa opta por importar uma mercadoria pelo modal aéreo pressupõe-se que ela fez previamente uma análise logística pela escolha desse modal como sendo o mais adequado para aquela importação. Trata-se de um modal cujo processo, desde a coleta no país de origem até a entrega ao importador no país de destino, demanda um tempo menor para ser feito; embora não queira dizer que não existam operações complexas durante esse processo.

No caso do Brasil, as importações aéreas estão sujeitas ao cumprimento de algumas formalidades legais e procedimentos de liberação/entrega da carga ao importador, dos quais vale a pena conhecer como funcionam na prática.

Suponha que a empresa Sete Componentes Automotivos Ltda., localizada na cidade de Sete Lagoas, Minas Gerais, fará uma Importação Formal (ou Normal) de algumas bielas da Itália, cujo enquadramento na NCM será o do código 8409. A mercadoria, por sua vez, será desembarcada e desembaraçada no aeroporto Tancredo Neves, Confins (CNF).

Para melhor visualização, serão consideradas três etapas para a importação dessas bielas:

(Leia na íntegra)