Brasil tem espaço para crescer no comércio internacional

Fonte: Estadão 

O Ministério da Agricultura pretende ampliar a participação do agronegócio brasileiro no comércio internacional, declarou o ministro em exercício, Eumar Novacki, na abertura do Summit Agronegócio Brasil 2017, em São Paulo. Ele ressaltou que o presidente Michel Temer “tem dado todo o respaldo para as ações do setor”. “Queremos chegar a 10% de participação do Brasil no mercado externo”, disse Novacki. “Isso representa mais US$ 30 bilhões na economia brasileira.”

No evento, ao mencionar o tema meio ambiente, Novacki garantiu que o Brasil tem uma vasta área preservada, ou 66,3% das áreas do País. “Em nenhum lugar o produtor preserva tanto quanto no Brasil.” Para ele, por causa disso, o agronegócio tem cerca de R$ 2 trilhões imobilizados, “a serviço do meio ambiente”.

O diretor do Departamento de Acesso a Mercados do Ministério da Agricultura, Gustavo Cupertino Domingues, afirmou que ainda há um grande espaço para que o Brasil explore o comércio exterior de produtos agropecuários e, para isso, está em andamento um plano estratégico para trabalhar a imagem e a sustentabilidade do agronegócio e a abertura de novos mercados. “Queremos expandir nossa pauta de exportações”, disse o executivo painel “Novos mercados, novas oportunidades”. Segundo Domingues, o projeto será realizado com base em consulta pública, já iniciada, e deve avançar em todas as etapas de implementação até o ano que vem.

(Leia na íntegra)