4 DICAS PARA ESCOLHER UM DISTRIBUIDOR NO EXTERIOR



Fonte:Pequenas empresas & Grandes negócios

Encontrar um parceiro comercial confiável em outro país é uma tarefa complexa. Durante uma missão comercial organizada pela ApexBrasil no Paraguai e na Bolívia, 41 pequenas e médias empresas puderam se reunir com até 10 potenciais compradores em um único dia.


As rodadas de negócios servem para facilitar esta busca pelo distribuidor ideal. “Essa é a melhor estratégia. A venda direta para o varejista é em pequena escala e dá um trabalho muito grande, principalmente em alguma questão após a venda. O distribuidor também assume esse pós-venda e pode gerar uma negociação local que em uma venda pequena você nunca vai conseguir”, diz Tiago Terra, coordenador do Programa de Extensão Industrial Exportadora (PEIEX), da ApexBrasil.


O distribuidor é também um importante cliente da sua empresa. A empresária Gislene Gianetti Bezerra, da Krater, empresa de autopeças, cultiva três distribuidores no Uruguai há 20 anos. “É importante ter uma presença. Ligar de vez em quando, desejar boas festas no final do ano, e manter o contato”, diz Gislene.


(Leia na íntegra)